A Sociedade
societas rosicruciana in civitatibus foederatis

O dia era 11 de novembro de 2009.


Há cinco anos, depois de intenso trabalho, logramos realizar a primeira iniciação da Sociedade Rosicruciana no Brasil. Na ocasião foram fundados, instalados e constituídos dois colégios: Arcanum Arcanorum e Crux Australis, que ficaram provisoriamente sob a batuta do Digníssimo Frater João Guilherme Ribeiro, feito Magus na ocasião e assumindo a chefia do adeptado.

O compromisso assumido junto ao High Council SRICF consistia em estruturar a Sociedade no Brasil, com independência administrativa, espiritual e academicamente, estabelecer os colégios, selecionar adequadamente os fratres e realizar todas as iniciações da primeira ordem – a título de instrução – àqueles que receberam os graus na primeira convocação em território brasileiro.

Em 2013, foram tomadas as providências administrativas e aprovadas as ordenanças de ambos os colégios, em convocações ordinárias com seus respectivos membros.

Em 2014, conforme prescrito “ab initio” pelo Alto Conselho, a Sociedade foi desvinculada administrativamente do Supremo Grande Capítulo de Maçons do Real Arco. Até este ano o SGCMRAB assumiu todas as capitações anuais junto a SRICF. A partir de 2015 a capitação será recolhida diretamente pelos Colégios para os fratres regulares.

Agora a Sociedade ocupa a posição que lhe é devida, a de uma Ordem paralela ao Rito York. Muitos percalços se seguiram e o trabalho foi realizado, muitas vezes solitariamente e a duras penas. Ainda há trabalho a ser feito, e continua sendo feito.

Nossa gratidão aos fratres João Guilherme Ribeiro, IXº, Paulo Roberto Curi, VIIº por todo o suporte na empreitada; aos fratres Edmund Harrison, IXº e Jonathan Cross, VIIº, nossos mentores e treinadores, membros do “Long Island College”; aos Mui Digníssimos fratres David D. Goodwin, IX°, KGC, Senior Deputy Supreme Magus e William H. Koon II, IX°, KGC, Supreme Magus SRICF, pelo interesse e zelo.

Passou-se apenas 5 anos. Muitos anos mais virão, nunca nos esquecendo do lema de nosso Collegium:

“In virtute sunt multi ascensus”

                Um grande e fraterno abraço,

Frater LPS, IXº, SRICF
“Nemo me impune lacessit”
Adepto Chefe

 

subir